You are not logged in
Log in
Sign up
Viewed this profile
0000388
 

André da Silva Garcia

Gender:Male
Age:20's
Country:
 Brazil
Joined:June 30 2008 (6 years ago)
Genealogy surnames I am researching:da Silva, Garcia, Gurgel e Miranda
André is an active member of the site FAMILIA MOURA Web Site
André visited 4 times, last visit on February 13 2012 (2 years ago)

Other site memberships (by number of visits)

Família da Silva GarciaSite manager, since Jan 7 2010
Família da Silva Garcia Web SiteSite manager, since June 30 2008
Cavalcante Web SiteMember, since Sep 30 2010
Família Amaral HenriquesMember, since Oct 19 2010
Gurgel Valente Lima Web SiteMember, since June 28 2011
Fruet Web SiteMember, since Feb 3 2011
Galdino de Souza, Garcia de Medeiros & Barboza Web SiteMember, since Oct 1 2012
Palmeira Monteiro Web SiteMember, since Feb 18 2011
Rocha Mourão Web SiteMember, since Oct 12 2010
Website da FamiliaMember, since Dec 28 2010
And 28 more »
Comments:
José Roberto Gurgel do Amaral Toussaint Gurgel (o corsário francês que "imigrou" - a trabalho... - para o Brasil, tornando-se o patriarca e fundador do clã).

Um pouco mais sobre o Toussaint Gurgel
Vou aqui contar um pouco da história do vovô Toussin Gurgel. Muito obrigado ao primo Agnor Gurgel, presidente da Acao Social de Parangaba, Fortaleza - Ceará pelo e-mail contando algumas histórias da família GURGEL reproduzidas em grande parte nas linhas abaixo. O primo Agnor também enviou o brasão da família mostrado acima. Uma árvore genealógica da família pode ser visualizado no site da Ação Social de Parangaba.

De acordo com o primo Agnor, a família Gurgel é única, ou seja, aonde houver um GURGEL, pode ter certeza que é sangue da mesma origem. Ele também me disse que encontrou no Museu de Ouro Preto-MG, informações sobre um Gurgel que foi companheiro de Tiradentes na luta pela independência do Brasil e, por isso, foi desterrado na época, para a Africa.

O primeiro Gurgel a pisar no Brasil, era um capitão que comandou um navio que chegou ao Rio de Janeiro em 1595. Seu nome era TOUSSAINT GURGEL, um jovem guerreiro (muito provavelmente um corsário) que veio ajudar os franceses, sob o comando de Villegaignon, que aqui estavam com a finalidade de tomar o Brasil de Portugal e fundar a colônia da 'Nova Antarctica'. Acho que eram Huguenots que queriam liberdade religiosa e que não aceitavam o fato de Portugal e Espanha terem dividido o mundo em dois sem ocupar os seus domínios de fato. Assim era fácil, né? Os franceses só reconheciam que a terra era de alguém se houvesse presença física dos colonizadores, um fato importantíssimo para o início da colonização do Brasil.

Pelo que encontrei na internet o TOUSSAINT GURGEL era um sujeito muito carismático ou então um mentiroso de primeira categoria. Por estar ajudando os franceses a tomarem o Brasil o Toussaint foi capturado pelo comandante João Pereira de Souza Botafogo em Friburgo. Era de se esperar que o Capitão Toussaint fosse enforcado, decapitado ou algo assim. Entretanto, não foi bem isso o que aconteceu. O que aconteceu de fato foi que o vovô Toussaint, além de continuar vivo e de ter conseguido permissão para morar no Brasil, mesmo sendo francês (naquela época apenas os portugueses poderíam morar na colônia Brasileiras, estranegiros nnao eram bem aceitos), ainda casou-se com a afilhada do seu captor, de nome Domingas de Arão Amaral, filha de portugueses residentes no Rio. Pelo que encontrei na net o vovô Toussaint tinha 63 anos e a vovó Domingas tinha 20 e do casamento foram originados 6 filhos e deles descendemos todos os 'Gurgéis'.

Segundo o primo Agnor o único filho homem do nosso Patriarca foi sacerdote. Um neto do pioneiro Toussaint, de nome Claudio, foi homem riquíssimo, dono de grande parte de terra no Rio de Janeiro. Foi ele quem doou o terreno para a construção do outeiro da Glória, depois de viúvo. Com mais de 60 anos tornou-se padre.

Para aqueles que querem saber mais sobre a família GURGEL, o primo Agnor recomendou o seguinte:

Há um jornalista em Brasília, de nome João Bosco Gurgel, que está preparando um livro sobre os Gurgéis em Acopiara, ao que parece será editado no próximo ano, 2007.

"Na Trilha do Passado" - Genealogia da Família Gurgel. É um dos melhores para se conhecer a parentada. O autor é o Dr. Aldísio Gurgel do Amaral. O autor esperava fazer a 2ª edição revista e atualizada, deixou tudo pronto, mas infelizmente faleceu antes que isso acontecesse. Certamente, seus familiares estão com os rascunhos.

"Porteiras e Currais", com alguns dados sobre a família Gurgel, da autoria de Miguel Santiago Gurgel do Amaral, também já falecido.

"Uma família Carioca do Século XVI" é da autoria do jornalista Heitor Gurgel, também falecido.
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral DE TOUSSAINT GURGEL À TERESA BEMVINDA GURGEL DO AMARAL

1ª Geração
1. TOUSSAINT GURGEL, nasceu cerca de 1567 na Alsácia, França, e faleceu em 1651 no Rio de Janeiro, Brasil. Casou-se com DOMINGAS DE ARÃO DO AMARAL, filha de D. ANTONIO DIOGO DO AMARAL e MICHAELA DE JESUS ARÃO, nascida no Rio de Janeiro, Brasil.

Filhos de TOUSSAINT e DOMINGAS:


MARIA, nasceu cerca de 1607 no Rio de Janeiro, Brasil. Casou-se com Antonio Ramalho.
FRANCISCO (Padre), nasceu cerca de 1610 no Rio de Janeiro, e faleceu em 1654 no Rio de Janeiro.
ISABEL, nasceu cerca de 1613 no Rio de Janeiro, e faleceu em 19 de setembro de 1654. Casou-se com Claude Antoine Besançon.
ANGELA do Amaral Gurgel, nasceu em 9 de novembro de 1616, e faleceu em 6 de novembro de 1695. Casou-se com João Batista Jordão.
MÉSSIA, nasceu em 1613 no Rio de Janeiro, e faleceu em 25 de maio de 1687. Casou-se com José Nunes da Silva.
BÁRBARA. Casou-se com João Nogueira.
ANTONIA. Casou-se em primeiras núpcias com João Azevedo Poxas e em segundas núpcias com Antonio Rodrigues Tourinho.

2ª Geração
2. ANGELA DO AMARAL GURGEL nasceu em 9 de novembro de 1616, e faleceu em 6 de novembro de 1695. Casou-se com JOÃO BATISTA JORDÃO, filho de ANTONIO NUNES DA SILVA e MARIA JORDÃO. Ele nasceu cerca de 1605 em Azinhaga, termo de Santarém, Portugal.

Filhos de ANGELA e JOÃO BATISTA:


JOSÉ, nasceu em 21 de abril de 1640.
MARIA, nasceu em 24 de junho de 1641. Casou-se com o Ten. João Dias da Costa.
JOÃO BATISTA, nasceu em 14 de maio de 1643 no Rio de Janeiro, e faleceu 15 de abril de 1729. Casou-se com Mônica de Oliveira.
MANOEL, nasceu em 3 de abril de 1646.
ISABEL, nasceu em 9 de abril de 1650. Casou-se com João Campos de Matos.
ANGELA, nasceu em 5 de outubro de 1651 em São Gonçalo, Rio de Janeiro, e faleceu em 5 de agosto de 1674. Casou-se com Francisco Correia Leitão.
CLÁUDIO GURGEL DO AMARAL, nascido cerca de 1654 no Rio de Janeiro, e falecido 17 de abril de 1716 no Rio de Janeiro. Casou-se com Ana Barbosa da Silva.

3ª Geração
3. CLÁUDIO GURGEL DO AMARAL, nasceu cerca de 1654 no Rio de Janeiro, e faleceu em 17 de abril de 1716 no Rio de Janeiro. Casou-se com ANA BARBOSA DA SILVA, filha de TOMÉ DA SILVA e ANTONIA DE OLIVEIRA). Ela nasceu em 25 de março de 1684.

Filhos de CLÁUDIO e ANA:


MANOEL, nasceu em 26 de janeiro de 1685 no Rio de Janeiro.
JOSÉ (Alferes), nasceu em 6 de dezembro de 1688 no Rio de Janeiro, e faleceu em 1722 na Bahia.
TERESA, nasceu em 8 de dezembro de 1691.
MARIA, nasceu cerca de 1694 no Rio de Janeiro. Casou-se com Davi Lopes de Barros.

4ª Geração
4. MARIA GURGEL DO AMARAL, nasceu cerca de 1694 no Rio de Janeiro. Casou-se com DAVI LOPES DE BARROS.

Filhos de MARIA e DAVI:


JOÃO LOPES DE ALENCASTRO, nasceu no Rio de Janeiro. Casou-se com Isabel de Jesus Bezerra.

5ª Geração
5. JOÃO LOPES DE ALENCASTRO, nasceu no Rio de Janeiro. Casou-se com ISABEL DE JESUS BEZERRA, filha de MIGUEL DE PONTES e ADRIANA DE JESUS BEZERRA. Ela nasceu em São Miguel dos Campos, Alagoas.

Filhos de JOÃO e ISABEL:


IGNÁCIA, nasceu cerca de 1737, na Ilha do Ouro, Sergipe. Casou-se com Januário Ferreira da Costa.
JOSÉ GURGEL DO AMARAL, nasceu cerca de 1735 em Penedo, São Miguel dos Campos, Alagoas. Casou-se com Cosma Nunes Nogueira.

6ª Geração
6. JOSÉ GURGEL DO AMARAL, nasceu cerca de 1735 em Penedo, São Miguel dos Campos, Alagoas. Casou-se com COSMA NUNES NOGUEIRA, filha de TEODÓSIO DA COSTA NOGUEIRA e COSMA NOGUEIRA. Ela nasceu cerca de 1750 em Russas, Ceará.

Filhos de JOSÉ e COSMA:


VENÂNCIO.
ISABEL, nasceu em 18 de novembro de 1775, e faleceu criança.
ISABEL DE JESUS, nasceu em 13 de março de 1777. Casou-se com José da Costa Lima.
MATILDE FRANCISCA, nasceu cerca de 1782 em Aracati, Ceará. Casou-se com João Paulo Barbosa.
ANA ISABEL DE JESUS, nasceu cerca de 1780 em Aracati, Ceará. Casou-se com José Antonio da Costa.
HELENA, nasceu cerca de 1790. Casou-se com Teodósio da Costa Nogueira.
JOSÉ GURGEL DO AMARAL FILHO, nasceu em 28 de janeiro de 1784, em Aracati, Ceará, e faleceu em 1874 em Aracati, Ceará. Casou-se em primeiras núpcias com Quitéria Ferreira de Barros, e em segundas núpcias com Maria Joaquina de Moura Ferreira),

7ª Geração

7. JOSÉ GURGEL DO AMARAL FILHO, O Patriarca do Aracati, nasceu em 28 de janeiro de 1784 na Fazenda Porteiras, em Aracati, Ceará, e faleceu na Fazenda Porteiras, em Aracati, Ceará. Casou-se em primeiras núpcias com QUITÉRIA FERREIRA DE BARROS, filha de JOSÉ DE BARROS FERREIRA e CAETANA MARIA MICHAELA. Ela nasceu em 1792 na Fazenda Porteiras, Aracatí, Ceará, e faleceu em 5 de agosto de 1831 na Fazenda Porteiras, Aracati, Ceará. Casou-se em segundas núpcias com MARIA JOAQUINA DE MOURA FERREIRA, prima de Quitéria.

Filhos de JOSÉ e QUITÉRIA (Primeiras núpcias):


1. JOSÉ
2. DELFINO
3. VICENTE, nasceu em 15 de julho de 1812 em Aracati, e faleceu em 13 de fevereiro de 1872 em Aracati. Casou-se com Ana Carolina Rabelo.
4. ANTONIO
5. CAETANA
6. ISABEL
7. CIPRIANO
8. FLORINDA
9. QUITÉRIA
10. CÂNDIDO
11. MATILDE
LUIZA
Filhos de JOSÉ e MARIA JOAQUINA (Segundas núpcias):


FRANCISCA
FILOMENA
OLIMPIA
EUCLIDES
FELISMINA
TIBÚRCIO VALERIANO
JOSÉ (2°)
GESUMIRA

8ª Geração
8. VICENTE GURGEL DO AMARAL, nasceu em 15 de julho de 1812 na Fazenda Porteiras, em Aracati, Ceará, e faleceu em 13 de fevereiro de 1872 na Fazenda Porteiras, em Aracati, Ceará. Casou-se com ANA CAROLINA RABELO, filha de VICENTE FERREIRA RABELO e TERESA DE JESUS RABELO. Ela nasceu em 20 de dezembro de 1813 em Aracati, Ceará.

Vicente foi proprietário rural e comerciante naquela cidade, onde também exerceu o posto de Ten. Cel. da Guarda Nacional. Era homem respeitado e de palavra. Foi chefe da conceituada firma GURGEL & IRMÃOS, na rua Cel. Alexanzito, onde posteriormente foi a loja de José Felismino, marido de Úrsula, filha de seu irmão Delfino.

Filhos de VICENTE e ANA CAROLINA:


BEMVINDO, nasceu em 24 de abril de 1835 em Aracati, Ceará, e faleceu em 20 de fevereiro de 20 de fevereiro de 1891 no Rio de Janeiro. Casou-se com Joana Amélia.
QUITÉRIA, nasceu cerca de 1836 em Aracati, Ceará.Casou-se com seu primo José Augusto Gurgel.

9ª Geração
9. DR. BEMVINDO GURGEL DO AMARAL, nasceu em 24 de abril de 1835, em Aracati, Ceará, e faleceu em 20 de fevereiro de 1891 no Rio de Janeiro. Casou-se com JOANA AMÉLIA GURGEL DO AMARAL, filha de DELFINO GURGEL DO AMARAL e ÚRSULA MALAQUIAS DE OLIVEIRA. Ela nasceu em 10 de maio de 1842 em Aracati, Ceará.

Bemvindo foi negociante naquela cidade, emigrando para Recife, onde estabeleceu seu comércio. Posteriormente formou-se em Direito. Foi Procurador Fiscal da Tesouraria do Ceará e Secretário do Govêrno do Pará. Auditor do Min. da Guerra. Radicou-se depois no Rio de Janeiro, onde tinha banca de Advogado, lá falecendo.

Filhos de BEMVINDO e JOANA AMÉLIA:


ANTONIO VICENTE, solteiro, funcionário do Tesouro Nacional em Fortaleza.
MARIA BEMVINDA, solteira.
AFONSO, solteiro, Oficial da Marinha de Guerra.
TERESA BEMVINDA (Tetê), nasceu em 20 de janeiro de 1874 em Aracati, Ceará, e faleceu em 21 de abril de 1913 em Quixeramobim, Ceará. Casou-se com o Dr. João Paulino de Barros Leal Filho.

10ª Geração



10. TERESA BEMVINDA GURGEL DO AMARAL, nasceu em 10 de janeiro de 1874, em Aracati, Ceará, e faleceu em 21 de abril de 1913 em Quixeramobim, Ceará. Casou-se com o Dr. JOÃO PAULINO DE BARROS LEAL FILHO, filho de JOÃO PAULINO DE BARROS LEAL e JACINTA PIMENTEL. Ele nasceu em 7 de setembro de 1864 em Quixeramobim, Ceará, e faleceu em 11 de setembro de 1939.

Filhos de TERESA BEMVINDA e JOÃO PAULINO FILHO:


JOÃO PAULINO DE BARROS LEAL NETTO, nasceu em 22 de janeiro de 1894 em Quixeramobim, Ceará, e faleceu em 3 de maio de 1979 em Fortaleza, Ceará. Casou-se com Maria Dolores Holanda de Barros Leal.
5 years ago
André da Silva Garcia então nós somos parentes distantes, pois apesar de não ter o sobrenome Gurgel, eu descendo via direta dos Gurgéis do Amaral, pois o bisavô que pedi informações é um, só sei que ele nasceu em Caraúbas, RN, é o pai da minha avô paterna Francisca Gurgel Garcia (Nascimento Francisca dos Santos Gurgel), que se casou com meu avô que também é do RN, e se casaram em Caracaraí-RR, e a descendência ainda está lá, só que eu sou de Manaus-AM, que meu pai veio pra cá e se casou com minha mãe... obrigado
5 years ago
André da Silva Garcia e eu já conheco essa história 'primo', voce já tentou uma relação entre Dominique de Gourgues, que era um francês nobre de família de navegadores com Toussaint, pois segundo o que já li, as armas dos Gourgues são semelhantes ou o melhor iguais as dos Gurgéis, e Gurgel, já foi Gurgelle, e os Gourgues eram huguenotes, um motivo á mais pra ele ter mentido no interrogatório, que seu pai era bávaro, e mãe francesa, mas se levar em conta que ele mentiu aparecem supostos pais Jean de Gourgues, de Mont-de-Marsan, Senhor de Gaube e Monlezun e mulher Isabel de Lau (em francês Isabel Du Lau)... espero ter ajudado, e me passa o site da Ação Social de Parangaba, Fortaleza- Ceará... e ah essas informações não são minhas é que eu fui juntando e ligando as idéias entre os sites que pesquisava, falo isso devido aos direitos autorais...
5 years ago
André da Silva Garcia obrigado, pelas dicas de livro... pelo que vejo ja conseguiram nessa linhagem juntar qToussaint aos Gurgel do amaral do nordeste, como? já que em outrois sites que participo eles tem dificuldaes dizendo que eles sao possiveis bisnetos ou tataranetos de Toussaint... que vieram da Europa, vcs entao tao de parabens eu preocupado com essa com essa icognita e ela ja esta resolvida...
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral A familia Gurgel no Ceará www.angelfire.com/linux/genealogiacearense/index_gurgel_do_amaral.html - 31k
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Jornal de Iguatu - Jornal A Praça
Família Gurgel há 100 anos em Acopiara
Por J.Guedes
18 Julho 2008

Dr. João Bosco Serra Gurgel, um dos membros da família ajudou a coordenar o evento em AcopiaraOs 100 anos da chegada da família Gurgel do Amaral Valente em Acopiara foram marcados no último dia 17/07, quinta-feira, com uma grande festa de reunião da família, que movimentou a cidade numa vasta programação de encontros, missa solene, almoço e confraternização.
O encerramento da programação aconteceu na Praça da Matriz, no período da noite.

Foi no ano de 1908, quando Henrique Gurgel do Amaral Valente, considerado patriarca da família, chegou a Lages, depois Afonso Pena, hoje Acopiara. Ele nasceu em Aracati, e pertence à 8ª. geração da família Gurgel. Seus descendentes, de Acopiara, incluindo filhos, netos, bisnetos, trinetos, tetranetos e um pentaneto, noras e genros dos descendentes compreendem cerca de 1.600 pessoas.

Henrique Gurgel do Amaral Valente é um dos sete filhos de Eduardo Gonçalves Valente que, primeiro se casou com Isabel Gurgel do Amaral. Quando ficou viúvo da primeira esposa, casou-se com a irmã dela, Francisca. Um de seus filhos com Isabel, José Gurgel do Amaral Valente, foi o último embaixador do Brasil nos Estados Unidos, no Império, e o primeiro da República, tendo servido em Washington e Viena.

Henrique, filho de Eduardo com Francisca, foi de Aracati para Fortaleza e com seu irmão Teófilo Gurgel começou a trabalhar fornecendo secos e molhados aos trabalhadores da Estrada de Ferro de Baturité. De Parangaba, Teófilo voltaria para Fortaleza e unindo-se à família Siqueira, criaria a Siqueira Gurgel.

Henrique acompanhou a construção da linha ferroviária, partindo de Fortaleza. Casou-se com Joana Gondim. Seus filhos nasceram entre Parangaba e Lages. Lá chegou, em 1908, e se estabeleceu na vila, que pertencia a Iguatu. Comprou terras, construiu casa, botou comércio, teve um engenho puxado a burro. Só os dois últimos filhos, Perpétua e Raimundo, nasceram em Lages.

Em Lages, Henrique elegeu-se vereador à Câmara Municipal de Iguatu, foi coletor e delegado de polícia.

No livro “Na Trilha do Passado - Genealogia da Família Gurgel”, de Aldisio Gurgel do Amaral, há muitas informações sobre a genealogia da família Gurgel, considerada pelos especialistas uma das poucas famílias brasileiras que tem toda uma trajetória documentada de várias gerações. Ele esperava fazer a 2ª edição revista e atualizada, deixou tudo pronto, mas infelizmente faleceu antes que isso acontecesse.

A família Henrique Gurgel do Amaral Valente, de Acopiara, é a 9ª. geração, dele descendendo a 10ª (filhos) , a 11ª (netos), a 12ª (bisnetos), a 13ª (trinetos), a 14ª (tetranetos) e a 15ª (pentanetos).

Programação

A programação para comemorar a data foi composta de alvorada com a ‘Banda Municipal Eduardo Gurgel Valente, inauguração de placa de bronze, comemorativa dos 100 anos, na Praça Henrique Gurgel do Amaral valente, na Avenida Pedro Alves, antiga Farias Brito. Às 11 horas foi realizada sessão solene da câmara dos diretores lojistas de acopiara - CDL - Centro Pastoral. O horário do meio-dia foi reservado para a participação da familia Gurgel, no programa Espaço Livre, da Rádio Vale do Quincoê. A transmissão foi feita direto do Centro Pastoral, onde aconteceu a solenidade de entrega de comendas e onde também foi servido o almoço para os participantes e convidados.

No período da tarde aconteceu visita ao museu da ONG. Raízes, onde está acontecendo a exposição ‘Gurgel em destaque na história de Acopiara”. A missa solene, às 18h30, foi celebrada pelo bispo emérito do Crato, Dom Newton Holanda Gurgel, com a participação do padre Crisares Sampaio Couto, vigário da paróquia de Acopiara.

À noite aconteceu queima de fogos de artificios e show pirotécnico em frente à casa onde morou Henrique Gurgel do Amaral Valente, ao lado da Praça da Matriz. Apresentação de vídeo da familia Gurgel, produzido por Dr. Nelson Serra e Gurgel, confraternização de familiares, show com a banda do Dr. Francisco Gurgel Medeiros e outros artistas cantores da família Gurgel.
x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x
No livro “Na Trilha do Passado - Genealogia da Família Gurgel”, de Aldisio Gurgel do Amaral, há muitas informações sobre a genealogia da família Gurgel
5 years ago
André da Silva Garcia obrigado pelo site, e vc tem a versão eletronica do livro na trilha do passado, e que eu ja procurei tanto, ate pra fazer um e-book, mas nao acho, se tiver tem como enviar pro meu e-mail: andresg.mg@gmail.com , e tem como me enviar esse video da familia, claro se puder... e que pena perder esse evento, e acho que nesses eventos que vcs pegam os dados da familia, ne...
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral Oi André,
Não tenho a versão eletronica, consegui o livro, aliás, meu pai conseguiu e me deu.
Mas, quando puder, vou procurar o registro do Sr. Eugenio Gurgel do Amaral, prometo.
Eu nasci e moro aqui no Rio de Janeiro - Capital. Meu pai nasceu no RN, e, veio ainda rapaz para o Rio.
Um grande abraço.
5 years ago
André da Silva Garcia E vc tem o livro Dicionário das famílias Brasileiras... se tiver esse livro, ele vem com um cd-rom.... entao vc poderia me enviar via e-mail, e os outros livros que vc me citou vc tem algum, que seja um e-book? pois eu penso que eu talvez ajudasse mais se os tivesse, tanto amim quanto a vc... um abraço. E vc disse que seu pai foi pro Rio talvez o meu bisavo e o seu pai sejem parentes.... pois minha avo que e filha do Eugênio...contava pros meus tios ou pro seu marido que tambem conhece essa historia, que os Gurgéis tinham uma fazenda so que gastavam muito entao foram a falencia... e devido as dificuldades eles (uma parte) tenham ido parar no municipio de Janduiz e Caraubas... e se vc reparar esses municipios ficam proximos da capital... e obrigado por dizer que vai tentar achar o registro do meu bisavo, so sei que ele e de Caraubas ou Janduiz e ele nasceu entre 1850-1870 aproximadamente e faleceu entre 1920-1940. E desculpas por nao poder responder os comentarios pois eu vou viajar hoje, e como vou pra Roraima talvez consiga saber mais sobre a familia perguntando pra tios ou investigando... eu me lembro que eles te um album de fotos e se nao me engano tem umas fotos parecidas com as do site que vc me deu. E se vc consultar o dicionarios da familias brasileiras vai entender por que eu estou interessado nele, procure no volume 1, o verberte gurgel, depois vc vai achar o gurgel do amaral, mas ta muito resumido... la tem uma relaçao de familias que descende de toussaint grugel sendo a principal a familia gurgel do amaral...
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral Oi André,
Quando puder dá uma olhada nesse site, um abraço.
http://sites.uol.com.br/livro_de_visitas.html?usuario=chrisgurgel
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral Oi André,
Aí vai outro endereço.
http://chrisgurgel.fotoblog.uol.com.br/lastPeriod.html
5 years ago
José Roberto Gurgel do Amaral Oi André,
É certo que o Sr. Eugenio Gurgel do Amaral é da família, porém não encontrei o nome dele na minha ramificação.
Abrçs
5 years ago
André da Silva Garcia obrigado pelos sites, e desculpa pela demora, como disse eu tava viajando, e ah qual o seu e-mail, vc tem orkut? e no site http://sites.uol.com.br/livro_de_visitas.html? , e eu pus o seu endereço do myheritage, entao não extranhe, um futuro contato de algum gurgel com vc, foi ate esse site http://sites.uol.com.br/livro_de_visitas.html?usuario=chrisgurgel
5 years ago
Renato Oliveira Roxo vc precisa me encinar a importar daos de uma arvore para outra
abraços
renato
4 years ago
André da Silva Garcia Lhe enviei um convite para você poder se torbnar membro do meu site e assim poder visualizar a minha árvore... sendo assim você poderá visualizar comparando com a sua as nossas origens em comum! Acredito que você quer ter uma árvore com dados ilimitados, como a minha e de graça, então faça o seguinte: vá em árvore genealógica > importar árvore (gedcom) > salve o arquivo e fala um cadastro no site no meus patentes, depois de feito... exporte para o site indicado e aguarde um ou dois dias... pois a árvore irá parar no myheritage!
Dica crie o cadastro com o mesmo email do my heritage no meusparentes.com! espero ter ajudado!
4 years ago
NETOBRAGANCA DOMINGUES NETO parabens pelo trabalho.

não sei se anotou, tem o Gurgel dos Carros, que tentou montar a maior industria de carros no Brasil na decada de 90 e não deu certo
netobraganca@hotmail.com
3 years ago
NETOBRAGANCA DOMINGUES NETO estou aqui por que na arvora de Jussara Fruet, coincidiu antepassado ana preto em 1555
neto braganca
3 years ago
Adriana Gurgel Valente Lima Oi André!!! Vou dar uma confirmada, nos nomes... Minha família veio Do RN tb..
3 years ago
Ana Porto Muito bom trabalho. Volto a me comunicar com dados mais precisos. É pertinente a industria de carros sim em Fortaleza-Ce. vou ler com calma e volto a confirmar onde exatamente onde tem casamentos que dá continuidade dessa família.
2 years ago
Francisco Aguiar André da Silva Garcia encontrei o nome de minha avó aqui em uma das tuas árvores Raymunda Monteiro Barroso Bastos.... Como conseguistes as informações?
2 years ago
Luiza Beatriz Dantas de Sousa Bia Oi André, a família Garcia de Acari/Currais Novos é conjugada a minha que é Dantas.
Minha cunhada é legitima Garcia/Dantas de Medeiros, Seu avó se chama Severero Garcia, meu sobrinho tb é Matheus Garcia Dantas de Medeiros.
one year ago
Fabiano Oliveira da Conceição Caro André, notei que vc, além de jovem, é um rapaz bem antenado com esse tema da genealogia. Estou em busca da certidão de batismo do meu avô materno Nelson de Oliveira que nasceu em 1922 e faleceu em 2001. Quero muito saber quem era seus avós maternos, pois preciso inseri-los na árvore genealógica. No Family Search há vários registros, mas não encontrei algum da cidade de Santos, São Paulo. Lá há inúmeras cidades paulistas menos essa. Será que estou procurando errado?
40 days ago
 
Loading...
Loading...